domingo, 9 de novembro de 2014

A menina e um passarinho. - BC #A Semana 7

Vou começar a falar do filme A Menina que Roubava Livros. O assisti três vezes nesta semana. Li o livro há anos atrás e o amei demais, muito. Claro que o livro é mais detalhista, sempre falta algo nos filmes inspirados em livros, mas não achei que o filme deixou muito a desejar. Me apaixonei pelo filme, me emocionei e mais uma vez quis adotar Liesel Meminger. Recomendo.




Sábado passado caiu aqui no meu quintal um filhote de sanhaço, o ninho em que ele nasceu está no meu telhado.
Marido quis colocá-lo de volta no ninho, mas eu pedi que ele não fizesse isso, pois se ele já tinha caído uma vez, ia cair sempre, o ninho fica numa altura de mais ou menos seis metros.



Olha só que amor:




Fiquei perdidinha com este passarinho. Como alimentá-lo? Como fazer para não cortar o vínculo dele com a mãe, afinal de contas ele primeiro aprender a voar, depois que aprende a se alimentar sozinho.

Marido contou que a mãe costuma alimentá-lo mesmo ele estando em gaiolas. Então, peguei a minha gaiola, sem janelas e sem porta, para abrigá-lo, pus porta e janelas de papelão, com medo de um novo tombo, mas me senti tãããão mal em ver o passarinho na gaiola que o tirei em meia hora. Me faz mal ver pássaros em gaiola. Sei lá, eles tem asas, né?




Coloquei o ninho que compramos dentro da cestinha de pregador , colocamos no gancho do muro e resolvemos colocar uma escada embaixo para dar suporte,  coloquei um pano em volta da cesta, pois estava ventando muuuuuito. A mãe vinha toda hora, mas não o alimentava, o que me obrigou a fazê-lo.



Compramos um alimento especial para pássaros, e uma seringa para alimentação. Eu o alimentava de hora em hora, dava 2 ml da papinha.



Aqui um vídeo dele se alimentando:




Bom, aqui nas redondezas tem uns gatos fofos, e vi um desses gatos andando no muro e olhando para o ninho improvisado, resolvi não arriscar, então trouxe o sanhaço para dentro do jardim de inverno. E mãe que é mãe vai atrás do piado do filho.



E assim foi durante cinco dias, eu o alimentava das 6:00 h da manhã até às 19:00 h de hora em hora, o levava para pegar sol e para chamar a atenção da mãe dele.



Momento de muito amô:




Momento selfie:




E, quando menos eu esperava ele se foi, foi atender ao chamado da mãe. Juro que eu achava que ele não estava preparado, mas quem não estava era eu. Tanto que nem levei a máquina para registrar o momento.
O voo mais alto dele não passava de 40 cm de altura, isso com muuuuuito esforço, e o rasante também não passava de 40.
Primeiro ele foi para o telhado, depois voou para o pé de acerola da vizinha, e marido ficou durante muito tempo vendo se a mãe iria o alimentar, e para a alegria geral ela o alimentou e o faz até hoje.




No dia em  que "chegou" e no dia em que foi embora: 

Durante a semana me encontrei com azzzamigash pra um bom papo e um abraço apertado.
Isso faz bem demais. Também recomendo.

E para homenagear meu visitante, pintei as unhas com o esmalte azul da Beauty Color Cláudia Leitte Pássaros:




Vem participar desta blogagem aqui no blog da Fernanda Reali.



sábado, 6 de setembro de 2014

Respeitei o meu tempo - BC #A Semana 6

Fiquei sem postar durante quase 6 meses. Respeitei meu tempo, minha vontade. Senti vontade e voltei. Mas não posso prometer assiduidade.

Aproveitei que meu filho não teve aula na segunda, o arrastei para saarizar comigo, pois vamos fazer uma festinha pra ele, e queria que ele escolhesse algumas coisas. Antes, passamos na Biblioteca Parque Estadual e demos de cara na porta, não abre justamente às segundas.




E quem eu encontro na Saara? Fernanda Reali. Não marcamos nada. Postei no face que estava indo, guardei o celular na bolsa e só tirei quando a encontrei numa loja me dando esporro, pois estava cansada de me ligar e enviar mensagens. Dizem que os opostos se atraem, mas azzzamigash também.




Passei a semana fazendo uma faxina nas minhas coisas de artesanato. Que BAGUNÇA!!! Quero ver se me animo a voltar a fazer algumas artes.

Sexta dei uma passadinha no Oi Futuro para dar uma descansada, ele é pequeno, mas é ótimo para tomar um café e ver uma exposição. 

Poesia Visual do artista visual Alexandre Dacosta, exposta até 28 de setembro.


E ainda recebo um monte de mimos da minha louca preferida, a Lola SPFC do blog Entrei nos enta. As toalhas que ela me enviou, já estarão em uso neste fim de semana.
E estão à venda também na loja Sew Lola. Dê uma passadinha lá, tem um monte de coisa linda e acessível.

Esmalte São Paulo Urban Gray – O Boticário.

Achei lindo. Secou rapidinho.





E aí, como foi a sua semana? Vem contar aqui no blog da Fernanda Reali.


domingo, 16 de março de 2014

BC A Semana #5

Semana bem boa com uma parada para um café com as amigas. Boas risadas, ótimas ideias.


Comprei o Livro A garota que eu quero, pra mim é uma leitura para adolescente, mas comprei por causa do autor, Markus Zusak, autor do A Meninas que roubava livros e Eu sou o Mensageiro, gostei muito dos dois, vamos ver se eu vou gostar deste também.


Continuando com Anthony Hopkins: O Julgamento do Diabo e o Lobisomem.

Também vi: Somos o que somos, Amor e inocência e Meu Malvado Favorito 2.



O esmalte da semana foi o OPI cinza. Lindo.



E aí, como foi a sua semana? Vem contar aqui no blog da Fernanda Reali.





sábado, 8 de março de 2014

BC A Semana #4

Semana de carnaval para muitos, semana de ermitão para mim. Curti carnaval somente na adolescência, agora não vejo nem desfile na tv. Aproveitei e arrumei os armários aqui de casa, tirei tudo de dentro, limpei e arrumei de novo, separei objetos para doação, com isso a casa fica mais leve.

Resolvi fazer uma maratona de Anthony Hopkins neste mês de março. Amo esse ator. Fiz uma lista de todos os filmes dele que quero ver e rever. Claro que não vou deixar de fora o sensacional Hannibal Lecter.





Vem participar da blogagem coletiva A Semana!



Quer ver o que as outras amigas fizeram no carnaval?  Fernanda Reali.   





sábado, 1 de março de 2014

BC A Semana #3

Semana atribulada com as provas do filho. Praticamente não postei no face. Estamos nos adaptando com a quantidade de matérias.

Para dizer que não fiz nada além de cuidar da casa e orientar o filho com os estudos, assisti três filmes que gostei bastante: 

O Concurso


O Quatrilho, vi esse filme em 1995 e revi nesta semana


Revelações



Comecei a ler os livros Trem Bala de Martha Medeiros, Fernanda Reali me emprestou e Cartas entre Amigos- sobre perder e ganhar, do Gabriel Chalita e Fábio de Melo, estou gostando demais dos livros.

E almocei com minha irmã no dia de seu aniversário.


Quer saber como foi A Semana de outras amigas? Passa aqui ó, FernandaReali.com





sábado, 22 de fevereiro de 2014

BC A Semana #2

Semana muito caseira de novo, filho estudando e eu orientando, olhando , pois semana que vem ele tem 15 provas, 3 por dia. Ele já está acostumado com o método dessa escola, só que este ano tem mais matérias pois está no ensino médio.

Terminei de ler o livro que Lin Sousa me emprestou, um suspense policial "Quem matou Nola Payne?", gostei. 



Me encontrei com as amigas mais uma vez, e este encontro foi maravilhoso, revi Fernanda Sahira do blog Minha Mãe Sabia e Re Batista gravidíssima, do blog Casa Corpo e Cia, podem ficar com inveja, eu deixo, pois passei a mão na barriguinha,  conheci Laura Traverso (filha da Sahira) do blog As Nuvens Não Eram de Algodão, e Sandra Vieira  que é uma mulher muito simpática e alto astral.

E quem pensa que a gente não se diverte que nem adolescentes? 


Vindo embora do encontro com a Rogéria, deparamos com um por do sol lindooooo na Central do Brasil, Ro imediatamente tirou uma foto, e eu peguei é claro.


Quer saber como foi A Semana das outras amigas? FernandaReali.com

sábado, 15 de fevereiro de 2014

BC A Semana #1

Devo confessar que fiquei triste com o término da blogagem coletiva de esmaltes do blog da Fernanda Reali, foram três anos de troca de experiência, amizades sendo feitas, blogs sendo descobertos, nos divertimos demais com a blogagem esmalte + sintoma de probeza, nos emocionamos com a blogagem esmalte + lembranças. Esta blogagem ia além de pintar as unhas.

Mas entendo este fim. Terminou quando ainda estava bom, assim, deixa boas lembranças.

Adorei a novidade: BC A Semana, vamos nos conhecer ainda mais, vamos dividir uma parte do nosso diário, nossas vivências, experiências.

Bom, essa semana foi muito caseira, saí só para as coisas rotineiras, nada de novidade. O bom é que caminhei todos os dias da semana, coisa bem boa, já é a segunda semana de caminhada, a única coisa chata é esse calorão na hora de caminhar, tem que ter força de vontade.


Estou felicíssima pois Victor voltou a ler, quando criança ele lia bastante, depois parou, ficou praticamente dois anos sem ler, só lia os livros indicados pela escolas e os pegos na biblioteca de lá. Agora ele está lendo como se não houvesse amanhã. Esses livros chegaram nessa semana.

 

Aprendendo a perceber os pequenos detalhes que o momento proporciona. Entre fios, telhados e concretos, o sol se despede de mais um dia de trabalho. 


Coisa bem boa é encontrar com as amigas, ainda mais numa sexta-feira, que é para encerrar muito bem a semana. Esteve presente neste encontro, Rogéria do blog Um espaço para chamar de meu, Patrícia do blog Bichos de Patch, Fernanda Reali do blog Fernanda Reali, Ana do blog Perfume e Poesia, Clara do blog ClaraMM, Chris do blog Inventando com a mamãe e Jussara do blog Palavras Vagabundas.

Roubatilhei essa foto do face da Rogéria:


Ana Cristina fez este bolo de SABONETE para as aniversariantes. Bolo perfeito, lindo, cheiroso. Coisa linda de se ver. Encomende o seu aqui.


Voltar para a casa com os presentes ganhos é uma sensação bem boa, de amizade, carinho, de gentiliza.



.Participe você também, compartilhe seus momentos.

Quer saber como foi a semana das outras amigas? FernandaReali.com



domingo, 19 de janeiro de 2014

Minha parede amarelinha.

E depois de muito tempo, transformei uma parede da minha salinha.

Não gostava do antes, era muito sem vida, fria. 




Há tempos queria modificar esse cantinho, mas nunca dava prioridade pra ele, tanto que esqueci completamente o nome da tinta que comprei há mais de um ano, não veio escrito na lata, como mandei fazer, o que veio foi um número. Misturei o conteúdo da lata, 900 ml em 1800 ml de tinta branca, pois tinha ficado um amarelo muito forte, e eu não gostei.

Lixei todo o rack e dei três demãos do esmalte sintético fosco branco + branco da Suvinil.


E na parede usei a tinta fosca da Coral (não lembro o nome da tinta, juro).





Repintei as telas de orquídeas que estavam guardadas.




Comprei três quadrinhos e uma floreira de mdf, pintei com a mesma tinta do rack.



E aqui, ela finalizada.





E que tal você se animar e mudar alguma coisa em sua casa?





sábado, 4 de janeiro de 2014

Museu de Imagens do Inconsciente - Nise da Silveira

“Não se curem além da conta. Gente curada demais é gente chata. Todo mundo tem um pouco de loucura. Vou lhes fazer um pedido: vivam a imaginação, pois ela é a nossa realidade mais profunda. Felizmente, eu nunca convivi com pessoas muito ajuizadas” 
Nise da Silveira
Um dia  fui procurar saber quem era Nise da Silveira e me encantei. Mulher inteligente, forte, persistente, generosa. Foi a única mulher a se formar em Medicina em 1926, entre 157 homens. Uma das primeiras mulheres a se formar em Medicina no Brasil. 

"Dedicou sua vida à psiquiatria e manifestou-se radicalmente contrária às formas agressivas de tratamento de sua época, tais como o confinamento em hospitais psiquiátricos, eletrochoque, insulinoterapia e lobotomia.


Por sua discordância com os métodos adotados nas enfermarias, recusando-se a aplicar eletrochoques em pacientes, Nise da Silveira é transferida para o trabalho com terapia ocupacional, atividade então menosprezada pelos médicos. Assim em 1946 funda nesta instituição a "Seção de Terapêutica Ocupacional".


Em 1952, ela funda o Museu de Imagens do Inconsciente, no Rio de Janeiro, um centro de estudo e pesquisa destinado à preservação dos trabalhos produzidos nos estúdios de modelagem e pintura que criou na instituição, valorizando-os como documentos que abrem novas possibilidades para uma compreensão mais profunda do universo interior do esquizofrênico." - fonte wikipédia

Eu fiquei fascinada com as artes feitas pelos pacientes. É uma viagem à mente humana.


Para chegarmos até o Museu, passamos por alguns pacientes internos que circulam pelo pátio, ele fica dentro do Centro Psiquiátrico Pedro II.







Biografia de Arthur Amora no site do Centro Cultural do Ministérios da Saúde - CCMS


Biografia de Abelardo Corrêa no site do Centro Cultural do Ministérios da Saúde - CCMS




 











Biografia de Carlos Pertuis no site do Centro Cultural do Ministérios da Saúde - CCMS






Biografia de Isaac Liberato no site do Centro Cultural do Ministérios da Saúde - CCMS


Biografia de Fernando Diniz no site do Centro Cultural do Ministérios da Saúde - CCMS








Biografia de Adelina Gomes no site do Centro Cultural do Ministérios da Saúde - CCMS








Biografia de Emygdio de Barros no site do Centro Cultural do Ministérios da Saúde - CCMS









Museu de Imagens do Inconsciente

Rua Ramiro Magalhães, 521
Engenho de Dentro

Horário: Seg-Sex, 9-16h 
Entrada franca. Visitas guiadas com marcação prévia 

Telefone: 21 3111-7464 / 3111-7465 / 7466


Em breve será lançado o filme “Nise da Silveira – Senhora das imagens", tendo Glória Pires no papel da psiquiatra.